Pensar apenas no dinheiro é uma das maiores pobrezas que um ser pode ter.”- Miguel Krigsner

Afirmações como essa não deixam dúvida: quem consegue olhar só para o próprio umbigo nunca será, de fato, um grande empreendedor. Pode tornar-se o dono de uma grande empresa e construir um patrimônio milionário, mas nunca será percebido como um líder que as pessoas seguem e admiram incondicionalmente, a definição de empreendedor por excelência. O requisito fundamental do grande empreendedor é a visão holística e altruís­ta.

Essa foi a característica que me saltou aos olhos nos três anos de pesquisas que realizei para traçar o perfil empreendedor brasileiro, que geraram agora o livro Startup Brasil, escrito com a jornalista Marina Vidigal, e que me trouxeram uma riqueza de dados que se converterão ainda em outros títulos.