Por Paulo Vieira de Campos

A todo momento novas pessoas desembarcam em cargos de gestão. E não importa o quanto existe de teoria: nada substitui o calafrio de desempenhar esse papel pela primeira vez. Claro que temos muitas experiências de liderança fora da nossa vida profissional, como alunos ou como pais, por exemplo. Mas assumir pela primeira vez a responsabilidade de ser “chefe” significa estrear oficialmente em um campo inédito.

Do que consiste esse terreno novo? Compreendi, no exercício da minha profissão, que a liderança é um grande ciclo de educação.