Esse é o segundo livro de uma série que se iniciou em 2008 com Outsmart! How To Do What Your Competitors Can’t. Se o primeiro se referia às lições práticas de empresas que criaram modelos de negócio ou reformularam os existentes com sucesso, o segundo mostra, com casos reais como Puma ou Honest Tea, como a visão da empresa tem in-fluência direta sobre suas vendas.

Chaves. Todos estão preocupados com a deslealdade crescente de um cliente cada vez mais informado e com maior controle de suas opções e decisões de compra; com a comoditização constante; com a inevitável preponderância do fator preço sobre outros, acentuada por uma crise ainda indefinida. Nesse contexto, Champy discorre sobre oito cases e coloca o preto no branco sobre as condições que determinam a esquiva lealdade dos clientes, principalmente os da nova geração, que privilegia transparência e autenticidade. Em linhas gerais, é preciso refletir sobre o que a empresa é realmente; entregar valor a partir de conveniência, simplicidade, honestidade e não truques de marketing; cultivar uma “mística” no mercado; escolher os canais apropriados e fazer o bem fazendo bem as coisas.

Detalhe. Em cada caso, Champy se preocupa em enumerar as “regras do jogo”. No capítulo dedicado à Puma e a sua estratégia para revitalizar a marca, fala em aproveitar seu legado, evitando o confronto direto com os concorrentes “entrincheirados” em seu mercado, em seguir pelo caminho principal, sem deixar de experimentar atalhos e desvios de quando em quando. Um tanto básico, talvez, mas bom e completo como material de revisão.