Empreendedores transformam o mo-do como trabalhamos e vivemos. Basta lembrar de casos como Twitter, Facebook e Google. Conhecidas em todo o mundo, essas empresas não são mais que exemplos extremos de um fenômeno importante que gera riqueza pessoal e social. Essas companhias representam o que é chamado de “empreendedorismo de alto impacto”.

Quem são os empreendedores de alto impacto? São pessoas que criam e desenvolvem organizações que têm uma influência acima da média na criação de empregos e riqueza. Montam as empresas de alto impacto, que crescem 20% ao ano no que diz respeito à oferta de empregos, aumentando, dessa forma, o padrão de vida geral em um país. Portanto, a pergunta-chave para aqueles que são responsáveis pelas políticas públicas é: como criar mais empreendedores de alto impacto?

Em 1999, o Babson College e a London Business School lançaram o relatório Global Entrepreneurship Monitor (GEM) para ajudar a responder a exatamente essa pergunta. Ao longo dos últimos 13 anos, o GEM pesquisou 800 mil adultos selecionados aleatoriamente em mais de 60 países. O que a pesquisa descobriu é que o nível de empreendedorismo varia nos diferentes países e os empreendedores de alto impacto são realmente uma espécie rara.