Transcrição:
Clique na frase para navegar pelo vídeo

Uma marca é um produto para um serviço que é único na mente do consumidor. Por exemplo, no Brasil vocês terão as olimpíadas, os cinco círculos representam uma marca ou a copa do mundo representa uma marca.

O que nós acreditamos é que liderança também é uma marca você pode ter uma marca de um produto, por exemplo, eu tenho um relógio, TIMEX ou eu tenho uma caneta que é Mont Blanc

ou você pode ter uma firma como marca, TIMEX é uma firma e é uma marca a marca Mont Blanc não é apenas para canetas é também para outros acessórios. Abaixo da firma e do produto, ou melhor, do produto e da firma está o que chamamos de marca da liderança.

Marca de liderança é simplesmente quando líderes dentro de uma empresa se comportam, agem e pensam como os consumidores fora da empresa então um líder dentro de uma empresa como Wal-Mart agiria em torno dos preços baixos

porque é exatamente assim que queremos que os consumidores reconheçam o Wal-Mart.

O que é realmente difícil com relação a liderança é que você tem múltiplos acionistas para servir. Se um líder tivesse que servir apenas um grupo de funcionários ele apenas os ajudaria e os funcionários ficariam felizes.

Mas você tem servir os funcionários, a própria organização e criar estratégias você tem que servir clientes e consumidores, investidores e comunidades então se você pensar em cinco copos de água, um líder tem que por agua em todos os cinco copos.

O desafio da liderança é gerenciar esse equilíbrio. Como podemos ter certeza de que o que fazemos com os clientes, investidores e comunidades é consistente com o que fazemos com os funcionários.

Então o que gostamos de argumentar é que você deve encontrar líderes que tenham a capacidade de gerenciar complexidade, de olhar através dessas cinco dimensões e dizer: Como eu sirvo cada uma delas de uma maneira eficaz?

Não tem uma fórmula mágica? Eu gostaria que tivesse se tivesse talvez você ou eu seria um líder hoje e não estaria fazendo o que fazemos.

Todo líder deveria estar ciente dessas cinco áreas alguns líderes precisam prestar mais atenção que outros um supervisor de primeira linha pode não ser tão atento aos investidores

ele ou ela deve ser mais preocupado com o trabalho em grupo e os funcionários mas todos os líderes deve ter consciência dos cinco. Você poderia listar essas cinco áreas?

Com certeza, o funcionário, e com esse funcionário você quer ganhar produtividade. Isso significa que funcionários que são competentes, conseguem fazer seus trabalhos são comprometidos e progressivamente encontram significado no seu trabalho.

A organização, ela tem estratégia, um objetivo ou uma missão e o líder faz com que essa missão aconteça. O consumidor ou cliente

Como podemos ter certeza que o que fazemos na empresa se transforma em valor para o cliente? O investidor, as pessoas que investem na nossa empresa os bancos para os investidores e a comunidade

que pode incluir as regulamentações ou os cidadãos como um todo. Os funcionários, a organização, os clientes, os investidores e a comunidade fora.

Você poderia listar os principais atributos que um líder deve ter? É difícil, porque o que encontramos em um trabalho de liderança é que existem duas partes em cada marca. Você tem uma caneta, eu tenho uma caneta, elas são diferentes mas tem algo em comum.

Parte do sucesso de uma marca de liderança é o que chamamos de código e existem cinco coisas que todos os líderes devem saber fazer bem Estratégia, determinar uma direção e um foco.

Saber onde vamos. Execução, tenha certeza que chegaremos lá, construa uma disciplina e responsabilidade para cumprir o planejado.

Talento, tenha certeza de gerenciar nosso pessoal muito bem construa um sistema de comunicação e colaboração. Quatro, desenvolvimento do capital humano

tenha certeza que a próxima geração de funcionários serão bem cuidados. E finalmente, no coração e no centro da liderança é o que chamamos de proficiência pessoal. Isso é integridade, confiança, é o desejo das pessoas de serem liderados por outras.

Concluindo, estratégia, onde vamos; execução, como podemos ter certeza de que chegaremos lá Talento, que nos acompanha; Capital humano, quem ocupará meu lugar e proficiência pessoal, porque eu deixaria você me liderar?

Então é difícil medir desempenho e existem duas dimensões uma delas é: Você atingiu os resultados que prometeu? Se você prometeu um conjunto de promessas você tem que cumpri-las.

A segunda dimensão é seu comportamento. Você fez da maneira correta? O que acontece às vezes é que alguns líderes cumprem as promessas

mas não fazem da maneira correta. com integridade, ética e bom caráter. Outros têm bom caráter mas não cumprem as promessas.

Então, bons líderes têm que fazer ambos, atingir resultados fazendo as coisas certas. O que acontece quando a personalidade do líder é mais forte do que o que a empresa representa? Nós chamamos isso líderes celebridades ou heróis

quando um líder é tão carismático que ele ou ela acaba sendo mais importante que a empresa. Na verdade achamos isso muito perigoso, porque distinguimos líder de liderança Um líder é um indivíduo que tem grande carisma, caráter e habilidade

mas se ele ou ela não transfere isso para os outros membros da empresa, a liderança é fraca Líderes tem uma grande importância, queremos lideres fortes. Liderança, de certa forma, tem uma importância ainda maior

porque queremos adeptos ao líder por toda a empresa. Você poderia dar um exemplo de uma empresa onde isso ocorre? Com certeza, a pouco tempo no Brasil vocês tiveram eleições

Vocês tiveram um líder que era muito carismático pelos últimos 8 anos e sei que nem todos concordam, mas ele tem sido muito carismático. Ele está agora tentando gerar liderança

porque ele está transferindo sua perspicácia de relacionamento e perspicácia de liderança para o próximo líder, que acabou sendo eleita. Portanto essa habilidade de transferir relações minhas para outra pessoa

é o que liderança significa. Muitas vezes um ótimo líder fica com toda a autoridade e prestígio para si e não ajuda a próxima geração.

Você acabou de ter um exemplo no Brasil que deu muito certo.

Comunicação é inevitavelmente algo que nunca teremos o suficiente e você nunca fará o suficiente. Uma regra básica é que você tem que comunicar algo pelo menos dez vezes

para que para que todos compreendam um vez. Quem tem crianças, quantas vezes você tem que falar para suas crianças para limparem o quarto? Até que fique limpo.

Pelo menos dez vezes. Mas identificamos quatro aspectos em comunicação que é crítico O que comunicamos?

Tenha uma mensagem muito clara e simples As mensagens mais simples e claras terão mais sucesso que as complexas. Os bons lideres conseguem ver complexidade e transferir para simplicidade.

Segundo, para quem comunicamos? Múltiplos interessados, não apenas do nosso time ou nossos funcionários. mas também consumidores, investidores e comunidades fora.

Terceiro, como comunicamos? Usamos múltiplos mecanismos, no mundo de hoje com a internet e tecnologia utilizamos blogs, visitas presenciais, tuitamos, enviamos e-mails, temos múltiplas maneiras de comunicar.

E quarto, quando comunicamos? Frequentemente e repetidamente, dez para um. Essas são as quatro perguntas

O que comunicamos? Mantenha a simplicidade. Para quem comunicamos? Amplie o alcance. Como comunicamos? Use vários métodos

E quando comunicamos? Frequentemente e repetidamente.

Sobre “coaching” quais as últimas tendências de “coaching”? “Coaching” é algo tão crucial que um trabalho de pesquisa feito por colegas sobre liderança concluiu que a habilidade de líderes em treinar outros está na base das habilidade da maioria dos líderes.

Em se tratando de “coaching”, existem duas coisas que líderes têm que ser bons Primeiro, eles tem que ser capazes de ajudar outros a mudarem de conduta então a tendência é, quais condutas podem ser melhoradas?

Além disso, as condutas devem ser concretas e bem específicas. Eu trabalho com um líder que tinha uma conduta que o atrapalhou um pouco, ele falava demais. toda vez que ele respondia algo nas reuniões, era uma fala de quatro a cinco minutos.

Ele teve que mudar isso para tornar-se rápido e claro. O segundo aspecto importante em um líder é fazer as pessoas gerarem resultados Quais os resultados que você está tentando atingir?

e como eu como líder posso ajudá-lo a focar nisso e fazer com que esses resultados aconteçam? A tendência da liderança em relação a “coaching” é pensar que o seu sucesso como líder não é relacionado com o que eu faço.

“coaching” é relacionado a você. e meu trabalho como líder é fazer você melhorar sua conduta e seus resultados. OK, agora com relação a RH, qual a pauta dos Recursos Humanos hoje, o que mudou?

A pauta hoje tem sido as mesmas de ontem, hoje e amanhã. Será sempre a mesma, RH tem que criar valores. É muito simples, o que o RH faz é um conjunto de atividades.

Contratação, treinamento, desenvolvimento, recompensa. Essas atividades criarão valores para os funcionários, consumidores e investidores? Essa é a função do RH

A criação de valores pelos que representam ou fazem negócios com a empresa. OK, como um diretor de RH mantem o talento? Você poderia falar um pouco sobre isso? Com certeza, a manutenção do talento é muito importante

porque se você contrata pessoas e elas saem, você terá uma porta giratória e ninguém será bem sucedido. Então temos duas ou três coisas que são cruciais para manter talento. Uma delas é ajudar as pessoas a compreender porque elas devem ficar na empresa.

Dê informações, informação é crucial, estes são os benefícios da empresa pra você. Você terá oportunidades para aprender, crescer e desenvolver suas habilidades se você permanecer na empresa.

A segunda é recompensa, para alguns funcionários a recompensa é crucial. O que encontramos no mercado de trabalho é que pessoas que deixam uma empresa não deixam por um aumento de 5%, mas por um aumento de 25% ou 30% eles podem sair.

Recapitulando, número um, informação; número dois, recompensa; número três, aja com se... Essa é interessante. As pessoas ficam comprometidas com um empresa quando elas agem como se fosse comprometidas.

Por exemplo, uma empresa de eletrônicos tinha os melhores funcionários nível cinco, os funcionários mais bem avaliados. Eles tiveram que fazer contratações durante duas semanas em um campus universitário.

Quando foram para a universidade recrutar falando: Venham trabalhar nessa empresa! Venham trabalhar nessa empresa! Os funcionários que fizeram o recrutamento, ficaram.

Então, não foi somente questão de atrair pessoas aqueles que foram em público com seu comprometimento, ficaram. Se você for a um supermercado, Carrefour ou Wal-Mart

Quando é que você não muda de fila? Quando alguém entra na fila atrás de você. Então, o que você quer é que os funcionários mais talentosos façam o recrutamento.

Uma das melhores dicas é contratação por indicação. Se o funcionário é bom, peça indicações a ele. Quem mais você conhece que poderia ser um bom funcionário para essa empresa?

E quando eles indicam, esse funcionário que indicou tem mais possibilidade de ficar. Então temos, informação, recompensa, aja como se... e o número quatro que ajuda na manutenção é, as vezes, deixar o funcionário ir embora.

Se um funcionário tiver uma proposta de aumento de 50% no salário, eles saem. Mas mantenha contato com eles. Muitas empresas estão fazendo o que chamam de recontratação.

Eles contratam funcionários que saíram, de volta. Quando voltam pela segunda vez, eles tendem a ficar por muito tempo. Então, a recontratação é muito útil.

Nós geralmente falamos de quatro gerações os tradicionalistas, mais velhos que a geração “baby boom”, geração “baby boom”, geração X e Geração Y.

A primeira coisa para reconhecer é que quando uma pessoa faz um estudo chegam a dez coisas que querem com o emprego. Dinheiro, oportunidade de crescimento, aposentadoria, plano de saúde

Dez coisas que você quer. Eles dividem cem pontos, eles olham esses cem pontos por todas as quatro gerações Tradicionalistas, “baby boom”, X e Y

O que é fascinante é que eles são quase o mesmo. Eu sou da geração “baby boom”, eu acredito que você não é, já que é bem mais jovem. Não me fale sua data de nascimento, mas provavelmente é da geração Y, como meus filhos.

Você gosta de empregos que te deem oportunidades de aprender e crescer? Claro que sim. Você colocaria mais pontos nisso, da mesma forma que as pessoas na minha geração. Na verdade muitas pessoas esquecem que a geração “baby boom” mudou a sociedade.

porque eles foram criativos nas universidades e com as habitações. Então a primeira coisa é ter cuidado, pois a cadeia de gerações existe mas fundamentalmente as pessoas são as mesmas.

A segunda é: O que há de novo na nova geração? Você já identificou algumas, tecnologia. Na minha geração e em outras tecnologia é um meio para os fins.

usamos tecnologia para ter informação, usamos tecnologias para servir de fonte para as coisas. Para meus filhos que têm por volta de trinta anos, tecnologia não é um meio, é parte do que eles são. Eles cresceram com isso.

Se quiser fazer um experimento, tire um celular ou um computador de um jovem de vinte anos. é como se amputassem um braço, porque eles não sabem trabalhar sem a tecnologia. Portanto, tecnologia é um escudo fortíssimo, e você pode ir mais além.

Eu tenho uma neta de dezoito meses de idade. O brinquedo favorito dela não é um bicho de pelúcia, é um teclado. Então meu filho e sua esposa compraram um teclado falso pra ela, e é exatamente com o que ela brinca.

É apenas parte do que ela é. Outra coisa é que a geração X ou Y, é mais propensa a ser móvel. Meu pai trabalhou em uma empresa durante toda sua carreira profissional.

O seu pai ou sua mãe trabalharam na mesma empresa por toda a carreira profissional? Sim! Portanto, eu vejo no nosso mundo, eu trabalhei na universidade por trinta e cinco anos.

eu trabalhei no mesmo lugar, embora tentei fazer coisas criativas. Eu acredito que meus filhos e depois seus filhos também não terão a mesma carreira. Eles terão grandes mudanças, mudarão de um emprego a outro e verão coisas de maneiras diferentes.

Então temos, tecnologia, mobilidade e em terceiro, claramente globalização. No mundo onde vivemos, no Brasil, EUA, Canadá, Austrália Vivemos em uma vila global.

A mídia que vemos, as notícias que vemos, comunica essas mensagens ao redor do mundo. Quando as eleições ocorreram no Brasil, foi grande notícia nos EUA. Quando ocorreram as eleições nos EUA, foi grande notícia na Australia

e de repente, esse contato global e diversidade é real.