Ser um líder criativo envolve assumir papéis estratégicos em três esferas básicas: das pessoas, dos grupos e da cultura. Cada uma dessas esferas envolve princípios ou práticas essenciais, mas que não podem ser considerados fases ou passos lineares. Trata-se de processos orgânicos que precisam alimentar uns aos outros em um constante ciclo de enriquecimento mútuo.

Pessoas

Todos os integrantes podem contribuir com ideias criativas para o desenvolvimento de uma empresa. A principal atribuição de um líder criativo é promover as habilidades criativas de todos os membros da organização.