Transcrição:
Clique na frase para navegar pelo vídeo

Como você acredita que a educação de qualidade pode ajudar a alterar a desigualdade em nossa sociedade? Há algumas pessoas sendo tão bem sucedidas e outras não.

Isso porque muitas destas pessoas não conseguiram se planejar, não tiveram acesso às oportunidades. Há muitos desempregados e muitos empregos. Quais habilidades eles precisam para conseguir estes trabalhos?

Pessoas desempregadas permanecem marginalizadas e essas pessoas que têm as vagas de emprego dizem as habilidades de que precisam para preencher as vagas.

Como mudar isso? É possível fazer isso? Sim, é possível. E é isso exatamente o que vamos melhorar. É necessário uma abordagem ultra moderna para o ensino superior para dar-lhes as ferramentas

e a educação que eles precisam e que a Economia precisa que eles tenham. Isso é possível e podemos mudar. Todos os seres humanos são grandes

como Bill Gates, Mark Zuckerberg, etc.

Estes homens são pessoas incríveis, mas não são diferentes de alguém sentado na favela ou alguém que está em um abrigo de refugiados. A diferença é que estes indivíduos não tiveram a mesma oportunidade

de desenvolver seu potencial como eles tiveram. Você relacionaria a mesma resposta à crise de talentos que podemos ter no mundo? 100%, 100%.

Em todos os lugares do mundo essa crise de talentos existe porque há uma grande lacuna

entre o que o sistema educacional produz e o que a economia precisa. Se houver educação completa para desenvolver totalmente nossas mentes e nossos corações, desenvolvermos nossa visão etc.

Devemos formar um graduado em qualquer parte do mundo: seja na Amazônia, na China, em Wall Street, não importa o lugar.

A pessoa deve ser capaz de fazer qualquer coisa. Isso é educação, é isso que deveria ser. Com a tecnologia avançando o ser humano tem que estar envolvido neste processo e seguir avançando porque se você colocar uma tecnologia poderosa nas mãos

de alguém sem conhecimento podemos ter uma guerra. Isso porque essas pessoas não têm consciência, apenas usam essa tecnologia como armas para destruir, coisas assim.

Então, realmente, o que precisamos é crescer em termos de educação, com sabedoria e assim nós podemos mudar o mundo, então seremos totalmente livres. Desta forma, o ensino é muito, muito importante.

Então, temos que forçar o crescimento e empurrar continuamente a comunidade rumo

à educação superior. Imagine que eu sou um provedor de ensino superior.

Que conselho você me daria para envolver os alunos e pensar exponencialmente?

Ok, eu acho que se eu tiver que dar um conselho para uma instituição de ensino em primeiro lugar eu diria: comece a se afastar do aprendizado rotineiro.

Assim deve tornar a aprendizagem muito mais centrada no aluno, muito mais baseada em projetos. Dar aos alunos grandes desafios é muito inspirador. Você é uma pessoa única, que aprende do seu jeito.

É necessário que o estudante possua paixões e sonhos. Se eu der a você um projeto que lhe permita realmente explorar suas paixões e seus sonhos, ir para a universidade não será um problema.

Todos os dias você vai estar animado, vai acordar às 4h/6h da manhã e ir para a cama tarde. Por quê? Porque você quer resolver seus sonhos, você quer mudar o mundo, do seu jeito, você quer aprender o que é aprender.

E a educação precisa mudar também, precisa se mover. Você mencionou que no futuro teremos foco educacional em cada um de nós. Por quê? Me parece ser uma tarefa muito difícil.

Como você acha que a tecnologia pode nos ajudar a alcançar esse nível de educação? Ok, Eu te falei sobre isso em duas partes. Uma é que você tem que desenvolver o cérebro das pessoas.

Então, o que aprendemos com a Neurociência é como você desenvolve habilidades de aprendizado, velocidade de aprendizado, acuidade funcional, inteligência emocional, todas essas coisas sobre o cérebro humano que fazem o ser humano ser grandioso.

É isso o que a tecnologia permite. Permite aprendizagem de personalização absoluta. Se você capacitou o cérebro com este tipo de personalização para aprender sobre coisas que você é apaixonado e da maneira e no ritmo que você gosta de aprender.

Por exemplo, algumas pessoas são muito auditivas. Elas têm que ouvir coisas para aprender. Outras pessoas se não veem não podem aprender. Outras pessoas precisam dançar, se movimentar. É sobre o corpo.

Há muitas pessoas que não podem aprender na universidade, mas quando conseguem um emprego, elas têm que fazer alguma coisa.

É isso que personaliza a aprendizagem. Porque note que o ser humano é o mesmo, mas nós não pensamos igual, somos muito diferentes.

Assim, no futuro, o aprendizado será profundamente personalizado. E isso é querer ver as pessoas crescendo e subindo muito, em vez de ir crescendo lentamente. Muito obrigado.

Eu gostei muito. Muito obrigado! Eu também. Muito obrigado.