Como evitar a tentação de hibernar na comodidade das rotinas que já são familiares? O especialista em desenvolvimento de carreira Dan Pink questionou a psicologia positiva em busca de conselhos sobre como manter viva a vontade de se atualizar, pessoal e profissionalmente.

A partir de um diálogo com Todd Kashdan, especialista em psicologia positiva, professor associado do Departamento de Psicologia da George Mason University, na Virgínia, e autor de Curious? Discover the missing ingredient to a fulfilling life (ed. William Morrow), Pink (que estará no Fórum HSM Inovação e Crescimento em junho) criou a seguinte receita rápida:

1 Desfrute as tensões da incerteza.

A ansiedade pode levar a experiências positivas mais intensas e duradouras. As atividades novas e incertas dão um sentido renovado às coisas. Treine seu cérebro para encontrar prazer na incerteza. Uma vez por semana convide para almoçar alguém que você não conhece tanto quanto deveria. O outro pode ser grande fonte de satisfação.

2 Explore os aspectos desconhecidos das situações familiares.

Descubra o estranho no familiar. Quando acreditamos ser especialistas em algo, deixamos de prestar atenção e recorremos ao uso de frases feitas e rótulos. Os cientistas recomendam observar o que nos diferencia das pessoas, em vez de bater o pé no que nos une. Estimule sua equipe a fazer essa mudança de mentalidade. Vai ajudá-los a deixar de lado os preconceitos. Quando falar com alguém, levante temas que jamais abordou. Aproxime-se de pessoas que despertem sua curiosidade e amplie assim seus horizontes.

3 Transforme-se em um remanso de paz para os outros.

Seja um porto seguro no qual as inseguranças e alegrias dos outros possam ser absorvidas e compensadas.

É importante entender que, para assumir riscos, as pessoas precisam se sentir seguras. Se você quer despertar a criatividade em seus colaboradores, seja receptivo quando eles compartilham com você experiências ou planos. Se eles se sentem incomodados em assumir riscos, conte-lhes sobre a última vez que você se sentiu assim.

Você vai se surpreender com a empatia que despertará. Seja genuíno. Não faça perguntas por educação. Vá ao fundo das coisas. Talvez acabe se interessando verdadeiramente por sua vida e construa esse remanso no qual florescem as ideias que mudam as empresas e, às vezes, o mundo também.