As vendas do comércio varejista brasileiro iniciaram 2016 em baixa e registraram queda de 10,3% em relação a janeiro do ano passado, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). E, para recuperar os lucros, muitos varejistas estão apostando nas vendas de final de ano. Mas, para que isso aconteça, é preciso começar a planejar uma estratégia agora - desde as possíveis promoções e contratação de vendedores temporários, até a ambientação da loja e as ações para atrair mais consumidores.

A perspectiva desde ano é que o tíquete médio de gasto seja entre R$ 100,00 e R$ 150,00. Para sair na frente e ganhar a preferência do consumidor, o ideal é pensar em quatro aspectos:

1. Criatividade nas promoções