| POR KIM SCOTT

Russ Laraway, meu sócio na Candor, é o melhor gestor com quem já trabalhei em toda a minha vida. Ele criou uma abordagem particularmente eficaz durante um período difícil no Google. Na época, Russ era diretor de vendas e tinha assumido a liderança de uma empresa que o Google havia acabado de adquirir. Os recém-chegados estavam com o moral no chão: pessimistas em relação a suas oportunidades de crescimento no Google e convencidos de que seus chefes não os valorizavam. Poucos acreditavam  que ainda estariam trabalhando lá em três anos.

No entanto, o Google tinha gastado mais de US$ 1 bilhão para adquirir a empresa deles, e precisava da equipe inteira e afinada para o investimento valer a pena. Russ percebeu que, se não tomasse alguma providência logo, a equipe começaria a debandar. Sabia que a primeira coisa que precisava fazer era mostrar à equipe que a empresa se importava com ela. Mas, é  claro, são os chefes que se importam… as empresas não têm como se importar pessoalmente mais do que o governo ou qualquer outra instituição.