Johns Hopkins


Johns Hopkins (Condado de Anne Arundel, Maryland, 19 de maio de 1795 — Baltimore, 24 de dezembro de 1873) foi um rico empreendedor, filantropo e abolicionista estadunidense.

Lembrado principalmente pela criação das instituições que ostentam seu nome, tais como a Johns Hopkins University, Johns Hopkins Hospital e Johns Hopkins School of Medicine.

Quando Hopkins morreu sem deixar descendência em 1873, sua fortuna pessoal chegava a 7 milhões de dólares, principalmente em ações. Em seu testamento, feito em 1867, ele determinou que seu legado fosse utilizado para a criação de uma universidade e de um hospital - a Universidade e o Hospital Johns Hopkins, em Baltimore, Maryland. Tratava-se, na época, da maior doação privada feita nos Estados Unidos. .

Muitas vezes seu nome é, erradamente, grafado "John". O peculiar prenome de Johns Hopkins é, na origem, o sobrenome da sua bisavó, Margaret Johns, que se casou com Gerard Hopkins. O casal batizou seu filho Johns Hopkins. O mesmo nome foi dado ao neto deste - o fundador da universidade.

Johns Hopkins

Nascimento
19 de maio de 1795, Condado de Anne Arundel
 
Morte
24 de dezembro de 1873 (78 anos), Baltimore
 
Nacionalidade
Estadunidense
 
Ocupação
Empreendedor, filantropo