Jaron Lanier

Jaron Lanier (Nova Iorque, 3 de maio de 1960) é um músico e cientista de computação estadunidense.

É um dos precursores da realidade virtual. Lanier é um dos maiores conhecedores de realidade virtual no mundo, por ser um dos primeiros a estudar o tema e construir produtos de realidade virtual desde o início dos anos 80.

Em 2005 ficou em 89º em enquete sobre os intelectuais pela revista Prospect.

Lanier é também conhecido como compositor de música clássica e colecionador de instrumentos raros. Seu álbum acústico, “Instruments of Change” (1994) usou instrumentos singulares na sua produção. Lanier também foi diretor de um curta experimental e em conjunto com Mario Grigorov compôs a trilha sonora do documentário The Third Wave (2007). Em 2010 Lanier foi eleito com uma das 100 mais influentes pessoas pela revista TIME

Lanier criticou no seu famoso texto intitulado "Digital Maoism", escrito para a revista Edge em maio de 2006, o que ele considera ser uma falsa percepção de que a "inteligência coletiva" (também referida como "Sabedoria das Multidões" ou "hive mind") é omnisciente. Neste texto ele inclui exemplos como a própria Wikipédia, explicando que o modo "wiki"de autoria (colaboração massiva anónima) desta enciclopédia online faz com que a informação nos artigos adquira uma falsa posição de autoridade devido ao aparente anonimato. Além do mais, ele sublinha o facto de que tal trabalho coletivo pode ser manipulado por grupos anónimos de editores que não se responsabilizam por suas ações. Ele salienta, no entanto, que o problema não é a Wikipédia em si, mas o modo em como ela adquiriu tamanha importância em tão pouco tempo.

Jaron Lanier

Nascimento
1960, Nova Iorque
 
Nacionalidade
estado-unidense
 
Ocupação
músico e cientista de computação