Asoka

Parte de uma série sobre
Teravada

Países

Textos

Cânone Páli
Comentários
Sub-comentários

História

Budismo pré-sectário
Escolas iniciais â€¢ Sthavira
Asoka â€¢ Terceiro Concílio
Vibhajjavada
Mahinda â€¢ Sanghamitta
Dipavamsa â€¢ Mahavamsa
Buddhaghosa

Doutrina

Saṃsāra â€¢ Nibbāṇa
Caminho do Meio
Nobre Caminho Óctuplo
Quatro Nobres Verdades
Estágios da Iluminação
Preceitos â€¢ Três Jóias

Asoka, também grafado Asoca , Açoka, Axoca ou Ashoka, também conhecido como Açocavardana (em devanágari, अशोक Aśokaḥ) (304 a.C. – 232 a.C.) foi um imperador indiano da dinastia máuria que reinou entre 273 e 232 a.C. Frequentemente citado como um dos maiores imperadores da Índia, Açoca reinou sobre a maior parte do território correspondente à Índia moderna depois de várias conquistas militares. Seu império estendia-se do atual Paquistão, Afeganistão e partes do Irã, a oeste, até Bengala e os atuais estados indianos de Assã, a leste, e de Mysore, ao sul. Sua capital era em Mágada (atualmente no estado indiano de Biar). Ele converteu-se ao budismo, abandonando a tradição védica predominante, depois de testemunhar os massacres da guerra de Kalinga, que ele mesmo havia iniciado devido a seu desejo de conquista. Dedicou-se posteriormente à propagação do budismo na Ásia e estabeleceu monumentos marcando diversos lugares significativos na vida de Gautama Buda.

Governo

Reinado
273 a.C. a 232 a.C.
 
Consorte
Maharani Devi
 
Antecessor
Bindusara
 
Sucessor
Dasarata Máuria
 
Dinastia
Máuria
 

Vida

Nascimento
304 a.C.
 
Morte
232 a.C. (72 anos)
 
Sepultamento
cremado em 232 a.C., menos de 24 horas após a morte, e as cinzas jogadas no Rio Ganges, possivelmente em Varanasi
 
Pai
Bindusara
 
Mãe
Rani Dharma ou Shubhadrangi