Tolomeo

Tolomeo, re d'Egitto (HWV 25) é uma ópera em três atos composta pelo compositor alemão naturalizado britânico George Friedrich Händel (1685-1759) com libreto de Nicola Francesco Haym (1678-1729) escrito a partir do texto de Carlo Sigismondo Capece (1652-1728) Tolomeo ed Alessandro. Esse libreto havia sido musicado pelo jovem Domenico Scarlatti (1685-1757) em 1711 em Roma. Esta foi a décima terceira e última ópera do autor para a Royal Academy of Music, criada em 1719. A obra foi estreada no King's Theatre de Londres em 30 de abril de 1728 e teve sete apresentações na temporada. Outras sete apresentações ocorreram a partir de 19 de maio de 1731 com diversas modificações e árias suplementares. Outras quatro apresentações aconteceram a partir de 2 de janeiro de 1733. Críticos como Dean consideram Tolomeo uma das produções mais fracas de Haym e Händel. O disfarce do casal de coadjuvantes faz a ação dramática oscilar entre o pastoral e a disputa disnática. Ao mesmo tempo, os personagens não estão tão bem caracterizados, especialmente as duas rivais em cena. O próprio Tolomeo é um herói pouco convincente, joguete do destino e que pensa em se matar ou simplesmente adormece. E sua esposa, Seleuce, perde brilho no terceiro ato. Tolomeo não parece conter o melhor de Händel no campo lírico.